Colégio Santo Antônio

Redes

Jardim Botânico

Data: 29 de maio de 2017

Jardim Botânico do Rio de Janeiro: um dos melhores programas na cidade.

 

No dia 18/05/2017, os alunos dos 4º anos, visitaram o Jardim Botânico do Rio de Janeiro como complementação ao conteúdo estudado em sala de aula. Através da aula passeio podemos concluir que não estaríamos contando nenhuma novidade se disséssemos que ele é um dos principais pontos turísticos cariocas, mas não é sempre que essa visita tem valor.

O Jardim Botânico é um dos melhores lugares do Rio de Janeiro para ir com crianças, fazer longas caminhadas, tirar fotos e ver o Cristo Redentor de um ângulo diferente, estando no meio da natureza, sem estar necessariamente na praia. Ao repetir o passeio, sempre, porque toda vez se vê um novo bicho, uma nova flor, um novo pedaço de parque. Percebemos?

É o mais antigo do Brasil, com mais de 200 anos de história e o seu ano de fundação coincide com a chegada da Família Real portuguesa ao Brasil.

Dom João VI, na época príncipe regente, quis fazer daquelas terras um local para tentar adaptar sementes e mudas de especiarias orientais ao nosso clima, de olho em seu grande valor comercial, e além de instalar também ali uma fábrica de pólvora.

Hoje, o ele funciona como um importante instituto de pesquisa, e é considerado patrimônio nacional pelo Iphan e reserva da biosfera da Mata Atlântica pela Unesco. São 54000m² de área cultivada aberta a visitantes, e mais de 3.400 espécies de plantas diferentes, vindas do mundo todo. A mais célebre é a palmeira imperial, que pode chegar à altura de um prédio de 15 andares.

Há, dois imensos corredores de palmeiras imperiais. O principal deles, a Aleia Barbosa Rodrigues, é cortado por uma linda fonte do século XIX e deve ser um dos lugares mais fotografados da cidade, depois do Cristo e da praia do Arpoador.

Não acho que um passeio ao Jardim Botânico deva ser roteirizado; a gente vai a esses lugares justamente para escapar das obrigações da vida.

Num cantinho do parque, um conjunto de bancos homenageia a escritora Clarice Lispector com frases de sua autoria e um deles diz: “Sentada ali no banco, a gente não faz nada: fica apenas sentada deixando o mundo ser”. Desconfiamos que Clarice estaria de acordo conosco mas é importante saber que o Jardim Botânico é muito mais do que as palmeiras imperiais, pois também existe um corredor de jambeiros, de mangueiras, de craveiros-da-índia,  pau-mulato, uma árvore curiosíssima, de casca lisa e brilhosa. Sem falar nos túneis formados por gigantescos bambuzais.

Caminhar pelo parque é descobrir quedas d’água, lagos, pontes, ninhos, bichos subindo pelos troncos, árvores de nome divertido,  abricó-de-macaco, cabeludinha e árvore-do-viajante. É que a gente se acostumou a conhecer tudo isso pelos frascos de xampu: andiroba, aloe vera, buriti.

Atr5azvés dessa aula-passeio, concluímos que o lugar oferece a oportunidade do contato dos alunos com a natureza bem no meio da confusão da cidade. Os mesmos puderam conhecer planta da flora brasileira e de outros países, plantas ameaçadas e suas lindas fascinantes palmeiras imperiais.

Veja Também

Endereço

Rua Tenente José Dias, 349 A
Duque de Caxias – RJ
CEP: 25010-305
 
 
Tel.: (0xx21) 2671-1438
Fax: (0xx21) 2671-3213

Como Chegar

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos